Rumos e perspectivas da História Ambiental

06.03.2013 | Comente

Brasil, 1823.

A partir de meados dos anos 70, quando o tema Meio Ambiente começa a adquirir importância nos debates sociais, emerge o campo da História Ambiental, uma ciência que pensa a trajetória da relação histórica do homem com a natureza. Integrado ao Simpósio Diálogo Brasil/ Estados Unidos em História Ambiental, que será realizado no Museu do Meio Ambiente entre os dias 12 e 15.03, o Encontros com a Pesquisa do dia 12.03 traz o campo de pesquisa da História Ambiental para um debate com a pesquisadora Susana Cesco.

Doutora em História Social e professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Susana Cesco aborda marcos importantes da História Ambiental brasileira: sua origem e métodos e as perspectivas da pesquisa na área, além de refletir sobre o percurso trilhado pela humanidade para o reconhecimento da natureza como patrimônio.

O Simpósio Diálogo Brasil/ Estados Unidos em História Ambiental é uma iniciativa do Programa de Pós-graduação em História Social do Instituto de História da UFRJ. Sete dos mais importantes historiadores ambientais norte-americanos e quinze proeminentes pesquisadores do tema no Brasil estarão reunidos para três dias de mesas-redondas com foco na formulação de uma agenda de pesquisas e intercâmbio acadêmico e cultural entre Brasil e Estados Unidos. Nos dias 12, 13 e 14.03, a partir das 18h, os debates são abertos ao públicos e contam com tradução simultânea.

 

Encontros com a Pesquisa acontece na terça-feira, 12.03, das 10h às 12h.

Simpósio Diálogo Brasil/ Estados Unidos em História Ambiental: dias 12, 13 e 14.03, a partir das 18h.

 

Tags: historiaambientalsusanacesco.


Compartilhe:   twitter   facebook   Indique esta notícia   Versão para impressão
Comentários

Não há comentários até o momento.


* campos obrigatórios








500 caracteres restantes

Digite os caracteres que aparecem na imagem abaixo:

Verificação